Exame de LEISHMANIOSE TEGUMENTAR em São Paulo

Sinonímia:

LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA (LTA):
Human American tegumentary leishmaniasis (ATL).
Ferida brava. Úlcera de Bauru. Nariz de tapir. Botão do Oriente.

Forma cutâneo-mucosa:

Mucocutaneous Leishmaniasis (MCL)
Leishmania (Viannia) braziliensis.

Forma cutânea:

Localized Cutaneous Leishmaniasis (LCL)
Leishmania (Leishmania) amazonensis.
Leishmania (Viannia) naiffi.

Forma cutâneo difusa:

Mucosal Leishmaniasis (ML)
Leishmania (Viannia) guyanensis.
Leishmania shawi. Leishmania lainsoni.

Fisiologia:

Taxonomia: Reino Protista, Sub-reino Protozoa, Filo Sarcomastigophora, Subfilo Mastigophora,

Classe Zoomastigophorea, Ordem Kinetoplastida, Subordem Trypanosomatina, Família
Trypanosomatidae, Gênero Leishmania, Gênero Leishmania, Subgênero Viannia, Espécies
braziliensis, amazonensis, guyanensis e outras.
Zoonose transmitida pela picada de mosquitos fêmeas hematófagas da Família Psychodidae,
Subfamília Phlebotominae, Gêneros Psychodopycus e Lutzomyia longipalpis ou Lutzomiya cruzi
conhecidas popularmente pelos nomes de cangalha, cangalhinha, mosquito-palha, birigui e
tatuíra. Em inglês: sand fly.

A: Leishmaniose, forma cutânea (LCL)
B: Leishmaniose, forma cutâneo difusa ou mucosa (ML)

Material Biológico:

Soro. Biópsia de borda de lesão.

Coleta:

1,5 ml de soro.

Armazenamento:

Refrigerar a amostra entre +2 a +8ºC

Exames Afins:

PCR. Pesquisa direta em lesão. Biópsia de borda de lesão. Intradermorreação de Montenegro.
Intradermorreação pela Leishmanina.
Eletroforese de proteínas. Hemograma.

Valor Normal: IFI

Preparo do Paciente:

Jejum de 4 ou mais horas. Água ad libitum.

Interferentes:

Descongelamento repetido. Envio em temperatura acima de -20ºC
Hemólise, icterícia e lipemia.

Método:

IFI. Imunofluorescência indireta com conjugado total (IgG+IgM) ou IgM anti-humano.

Interpretação:
Para diagnóstico da Leishmaniose tegumentar americana são indicados: PCR, IFI, biópsia da
borda da lesão e Reação de Montenegro (RIDM).
A negatividade da IFI ou da biópsia não exclui a doença.
Nenhum teste sorológico para Leishmaniose é suficientemente sensível ou específico para ser
utilizado isoladamente para diagnóstico etiológico.

Percentagem de resultados positivos de biópsias convencionais (CONV) de pele ou
mucosa de pacientes com as três formas de Leishmaniose tegumentar versus
resultados positivos por PCR.

Sitiografia:

E-mail do autor: ciriades@yahoo.com
http://www.dpd.cdc.gov/dpdx/HTML/ImageLibrary/Leishmaniasis_il.htm
http://www.cdfound.to.it/HTML/lei1.htm#don4
http://www.cdfound.to.it/HTML/lei1.htm
http://jcm.asm.org/cgi/content/full/37/6/1819#F3
http://www.sbmt.org.br/15310.pdf

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Faça seu exame de LEISHMANIOSE TEGUMENTAR em São Paulo com a Biolider!

Entre em contato

Por aqui você pode agendar seu exame, tirar suas dúvidas, fazer suas sugestões ou apontar suas críticas, estamos sempre prontos para te atender!

Clique no botão CONTATO abaixo para prosseguir.

Agende agora o seu Exame de LEISHMANIOSE TEGUMENTAR em São Paulo